• Home
  • >
  • Causas de arritmia
quinta-feira, 14 fevereiro, 2019

Causas de arritmia

Arritmia é a alteração da frequência cardíaca, sendo causada por fatores normais e inofensivos, como durante atividades físicas e em momentos de fortes emoções. Essa condição só passa a ser prejudicial à saúde quando ocorre de forma constante e aparentemente sem motivos. Entre os sintomas que podem acompanhá-la estão: tontura, síncope,  dor no peito e  fraqueza. A arritmia pode apresentar batimentos acelerados ou lentos. Sendo a arritmia um sintoma, para que o paciente apresente como uma anomalia deve haver alguma doença em seu organismo acometendo o seu coração. Algumas doenças que causam arritmias são: insuficiência cardíaca, doença arterial, coronariana e a cardiomiopatia. A causa da arritmia também pode não ser cardíaca, dentre essas possíveis causas estão: stress, ansiedade, insônia, hipertensão, diabetes, obesidade e o uso excessivo de drogas lícitas e ilícitas.

Exames e Tratamentos

Muitos exames podem ser feitos para detectar a causa da arritmia. O Eletrocardiograma, o Ecocardiograma, o Holter de 24 horas e o Estudo Eletrofisiológico são alguns deles. Uma vez detectada, a doença pode ser tratada e controlada a partir de medicamentos, cirurgias ou pela implantação de marca-passo ou desfibrilador, por exemplo. Ainda que nem sempre a arritmia seja sintoma de uma doença é importante buscar atendimento médico especializado.

Neste sentido, a SEMAP, formada há mais de 30 anos pelo Dr. Pachón, trabalha para desenvolver e oferecer tratamentos revolucionários com tecnologia de ponta na área de arritmia e cardiologia. Aqui nossos pacientes são tratados por médicos especialistas e dispõem dos melhores e mais avançados treinamentos e equipamentos, muitos deles criados e patenteados pelo próprio Dr. Pachón e sua equipe. Veja em nosso módulo de noticias, muitos dos prêmios nacionais e internacionais conquistados pelo Dr. Pachón e equipe ao longo de todos esses anos, trabalhando incansavelmente na busca do tratamento das mais variadas arritmias.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Arritmia